Publicado por: Patsy | julho 24, 2007

“Dia-a-dia”

O trânsito na rua da empresa esta agitado, com a Washington Luis fechada ainda e várias ruas interditadas a nossa rua ficou o primeiro acesso para quem quer seguir sentido bairro.

Todo dia é uma fila de táxi, sem contar quando encosta um ou dois fretados e fica o caos. Moto passando entre os carros e CET  por todos os lados.Como em um pedacinho de rua pode ficar tamanho tumulto. 

É tanto trânsito que nem mais o rádio ajuda no trânsito e no cruzamento da Bandeirantes a paciência é uma virtude necessária.

Hoje foi tudo tranqüilo, inacreditável! Em exatos 20 minutos eu estava chegando a Moema para atravessar a Bandeirantes, cheguei ao Campo Belo em direção a rua do estacionamento.Começou a tocar uma música do Van Halen, eu aumentei o som, chegando na rua um caminhão do restaurante ao lado descarregando, ultrapassei e virei direto dentro do estacionamento.  

Dentro do estacionamento vejo um rapaz  descendente de japonês correndo em minha direção e balançando os braços, não entendo, penso “esse cara deve ser meio doido” quando sinto meu carro subir um pouco do lado direto. Ihhh atropelei alguma coisa!  

Que susto, desço do carro com a perna mole, quando olho é uma mala de laptop, deixada no meio da entrada do estacionamento, que eu literalmente ATROPELEI!

11.jpg

O rapaz ficou desesperado, e eu também. O pessoal do estacionamento começou a rir, porque a cena foi engraçada eu atropelando a maleta e depois eu me justificando “eu nem vi, eu nem vi”.   

Eu pergunto “o seu computador esta ai? É seu computador” e o rapaz descendente de japonês me olha furioso, mas naquela calma responde “pelo menos era antes de você atropelar a maleta”.

Que desespero. Conferimos, ligamos e ainda bem que o equipamento não sofreu nenhum dano apesar das marcas de pneu na maleta e a sujeira, depois de muitas desculpas e risadas nervosas ficou tudo bem!

Anúncios

Responses

  1. Hahahahahahahaha… ah, mas tu não teve culpa, pois como é que a tadinha da meleta ia te avisar?!

    Culpa do cabeça dura do japa que deixou num lugar tosco…

    Mas é a típica história que na hora é um drama, mas depois a gente ri muito dela 🙂

    Bjos

  2. é verdade, vc nã tem culpa, ninguém manda a maleta ser uma baita de uma atrevida…mas eu sei como é…é tudo culpa do Van Halen muito alto…será que vc é do tipo que desliga o rádio quando está estacionando ou procurando um endereço??!?!?!?rsrsrsrsrsrs

    Ainda bem que não era o dono da maleta atrevida não era o Ugo Oyama!!!

  3. Pois eh acho que a culpa eh do Van Halen mesmo….

    Diogo, vc nao imagina o drama 🙂

    :D:D:D

  4. Ah, não culpa ele não… eu curto Van Halen!!!

    Bjos

  5. hauhauahauhauh
    na hora não é nada engraçado, imagino 🙂

    ps: obrigada pela visita 🙂

  6. Ai, imaginei você contando agora! Desculpa, mas eu dei muita risada! Vi a cena do japonês correndo atrás do seu carro… rsrsrs Coitado! Bom, pelo menos assim ele aprende a ser mais prudente! cada uma!

  7. Kandy, a seu conselho resolvi colocar esses acontecimentos um tanto quanto inusitados que acontecem comigo… eu ri muito também, mas depois, porque na hora eu fiquei APAVORADA…
    😀

  8. Grazi, seja sempre bem vinda.
    Um beijo
    Pat


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: